Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Heidiland

Viver rodeada de montanhas, vacas, gatos e suíços // Wohnen neben Bergen, Kühen, Katzen und Schweizern.

Heidiland

Viver rodeada de montanhas, vacas, gatos e suíços // Wohnen neben Bergen, Kühen, Katzen und Schweizern.

Cantão de Vaud // Kanton Waadt: Vevey #02

Uferpromenade.jpg

 

Hoje publicaremos o segundo post sobre o Cantão de Vaud (ler o primeiro post aqui). Estivemos apenas umas horas em Vevey, mas foi o suficiente para ficarmos encantados com aquela pequena e adorável cidade.

 

O passeio pedonal de Vevey é uma maravilha, fez-nos recordar a nossa adorada Marginal. O tempo estava perfeito para um pequeno passeio romântico à beira do lago. Como era domingo as lojas, cafés e alguns restaurantes estavam encerrados, mas isso não impediu as pessoas de passearem pela cidade e apanharem um pouco de sol.

 

Uma pequena curiosidade: descobrimos uma loja que vende esculturas da minha artista favorita: Niki de Saint Phalle (escrevemos sobre ela aqui) a preços acessíveis. Nem imaginam a minha cara de felicidade ao ver aquelas esculturas.

 

Espero que estejam a gostar das nossas aventuras pelo Cantão de Vaud.

Alguém conhecia a bela cidade de Vevey ou ficou minimante curioso em conhecer?

 

 

Heute werden wir den zweiten Post über den Kanton Waadt veröffentlichen (siehe hier den ersten). Wir waren nur ein paar Stunden in Vevey, aber es war genug, uns über diese kleine und bezaubernde Stadt zu verlieben.

 

Die Uferpromenade von Vevey ist wunderschön und hat uns an unsere geschätzte Marginal (Uferpromenade zwischen Lissabon und Cascais) erinnert. Das Wetter war für einen kleinen romantischen Spaziergang am See perfekt. Da es Sonntag war, waren Läden, Konditoreien und einige Restaurants geschlossen, aber das hat die Leute nicht verhindert, in der Sonne spazieren zu gehen.

 

Eine kleine Kuriosität: wir haben einen Laden gefunden, der Skulpturen von meiner Lieblingskünstlerin (Niki de Saint Phalle, wir haben über sie hier geschrieben) zu erschwinglichen Preisen verkauft. Sie können sich mein fröhliches Gesicht nicht vorstellen, als ich diese Skulpturen gesehen habe.

 

Ich hoffe, dass Sie unser Abenteuer im Kanton Waadt gern haben. Kennt jemand diese wunderschöne Stadt Vevey? Oder will sie jemand besuchen?  

  • Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

  • Kommentare

  • Imagem de perfil

    Heidiland 09.12.2015 14:00

    Admiro a tua capacidade para comparar e dizer que cidade x é mais bonita que y, mas sinceramente, eu não consigo fazê-lo. Tens que perguntar ao teu namorado, se ele reparou nas diferenças abismais entre a parte francesa e alemã ou talvez, seja, eu a única a reparar.
  • Imagem de perfil

    Truques&Dicas 09.12.2015 14:18

    Ele sempre me falou dessas diferenças antes de eu ir para a Suíça. Sempre me disse que não queria ficar na parte francesa, porque haviam muitos portugueses. Não tendo ele nada contra os portugueses emigrados (ele próprio o é), ele gosta de viver outras realidades, conhecer outras pessoas, outras línguas, outras culturas. (Foram aliás esse os principais motivos que o levaram a sair de Portugal!) Ele diz até que essa parte francesa, em específico, faz-lhe lembrar muito Portugal. As pessoas que vivem assim em "comunidade" têm mais dificuldade em socializar com as pessoas nascidas na suíça, vivem muito ao estilo português.
    Não tem nada para admirar, simplesmente é como gostar mais do azul ao invés do amarelo. Como em tudo na vida, gostamos mais de umas coisas ao invés de outras. Cada uma delas tem o seu encanto, mas Lucerna tem bastante mais história.
  • Imagem de perfil

    Heidiland 09.12.2015 14:27

    O arquitecto veio viver para a parte alemã, por questões laborais: há mais oferta de trabalho (na aérea dele) na parte alemã. Eu sou uma curiosa por natureza e sempre quis conhecer a parte francesa.
    Agora vou fazer uma pequena comparação: daquilo que vi penso que é mais fácil estares integrada na parte francesa do que na alemã. Só pelo facto da língua ser mais fácil
  • Imagem de perfil

    Truques&Dicas 09.12.2015 14:39

    Eu digo isso muitas vezes, quando cheguei à parte alemã senti-me deslocada e quando visitei a parte francesa cheguei a dizer que preferia ter ido para lá. É uma língua bem mais fácil.
  • Imagem de perfil

    Heidiland 09.12.2015 14:44

    Eu também me senti um pouco deslocada e gostava de conhecer mais portugueses da minha idade e formação. Infelizmente, isso não foi possível e tive que me adaptar à língua e a viver uma cidade minúscula.
    Com o tempo habituaste à maneira "estranha" dos suíços e à frieza de alguns portugueses. Pode parecer estranho, mas os portugueses (da parte alemã) não são nada simpáticos com a nova leva de emigrantes (nós).
  • Imagem de perfil

    Truques&Dicas 09.12.2015 14:50

    Ainda não dei muito conta disso, mas já mo disseram. Também gostava de, tal como tu, encontrar pessoas com a minha formação e idade, mas não é fácil. Aos poucos vou-me habituando, sou muito agarrada às origens, mas tenho superado bem isso.
  • Imagem de perfil

    Heidiland 09.12.2015 14:57

    Tens que visitar Glarus e vais entender as minhas críticas. Luzern é uma cidade pequena, mas não é propriamente uma terrinha. Tem uma grande vantagem em relação a Glarus que são os turistas (tens contacto com outras línguas que não são o suíço-alemão. Os portugueses dessa zona podem ser mais afáveis do que os Glarus. Já me aconteceu diversas vezes: não me falarem, baixarem a voz, mudarem de sítio/passeio ou mandarem a boca sobre o facto de eu ter estado e mesmo assim, tive que sair de Portugal.
  • Comentar // Kommentieren:

    CorretorEmoji

    Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.