Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Heidiland

Viver rodeada de montanhas, vacas, gatos e suíços // Wohnen neben Bergen, Kühen, Katzen und Schweizern.

Heidiland

Viver rodeada de montanhas, vacas, gatos e suíços // Wohnen neben Bergen, Kühen, Katzen und Schweizern.

Lisboa || Lissabon

A primeira parte da nossa viagem terminou em Lisboa. Foram quatro dias na estrada que passaram a voar: percorremos 468km. Pelos inúmeros textos que escrevemos sobre a época natalícia conhecem o nosso fascínio pelo Natal e a época festiva de 2016 tornou-se ainda mais especial: alguns dos nossos amigos mais chegados foram pais. Isso significa estragar os novos petizes com presentes: ofereci à minha sobrinha emprestada uma vaquinha suíça (peluche).

 

Como sabíamos que a semana em Lisboa ia ser curta procurámos organizar bem a nossa agenda, de modo a visitar (rever) os bebés e notar que cresceram muito desde a ultima vez que os vimos (julho). Atraídos pelas inúmeras peças jornalísticas e a enorme afluência de visitantes fomos visitar também o MAAT - Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia – confessamos que ficámos bastante desiludidos. As obras exteriores não estavam concluídas e não havia uma única exposição aberta. O único ponto positivo que destacamos é a vista.

 

lisboa_tejo_02

lisboa_tejo.jpg

 

Ao contrário das últimas viagens tirámos poucas fotografias à nossa terra natal. O motivo foi simples: era urgente colocar a máquina fotográfica a limpar. Para quem não sabe: as lentes e sensores são “bichos” muito sensíveis (a.k.a caros) que têm que ser bem tratados e estimados.

 

Excepcionalmente regressamos na quinta-feira e falaremos da viagem de regresso - primeira paragem Cáceres (Espanha).

 

Curiosidade: na viagem (ZH-LX) cruzámo-nos com muitos automobilistas emigrantes, mas um destacou-se: fez sinais de luzes para nos cumprimentar (o mesmo modelo do nosso carro, na mesma cor, e também com matrícula de Zurique). O gesto foi único e ficou registado nos momentos bons da viagem.

  • Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

  • Kommentare

    Comentar post // Kommentieren