Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Heidiland

Viver rodeada de montanhas, vacas, gatos e suíços // Wohnen neben Bergen, Kühen, Katzen und Schweizern.

Heidiland

Viver rodeada de montanhas, vacas, gatos e suíços // Wohnen neben Bergen, Kühen, Katzen und Schweizern.

O Maior - parte 2 || Der Grösste – Teil 2

johnny_bravo.jpg

 Foto: wallpapervortex

 

Hoje vamos dar continuidade à nossa estória sobre o Maior.

 

Ao contrário do primeiro, o Maior n°2 veio acompanhado pela mulher. Contaram-nos que tinham dois filhos e procuravam um novo apartamento, uma vez que o senhorio os tinha informado que no próximo ano iria renovar o bloco de apartamentos onde residiam.

 

Para facilitar o diálogo sugerimos que falássemos todos em inglês, porque a mulher não falava nem entendia alemão. Nós sabíamos que quanto mais fluída fosse a conversa maiores seriam as hipóteses daquele casal alugar o apartamento.

 

Com a barreira linguística ultrapassada iniciámos a visita ao apartamento. A cozinha pareceu preencher os requisitos, mas as salas de estar eram pequenas para colocar o sofá (de três metros) e uma mesa (de quatro metros!?) que possuíam. Após fazerem várias perguntas sobre os custos (parecia uma preocupação), a mulher questionou-nos pela segunda casa de banho.

 

Disseram-nos que ambos preservavam muito a privacidade e era uma necessidade terem uma segunda casa de banho para os filhos menores. Nós ficámos um pouco perplexos com aquela pergunta e respectiva justificação. Para evitar este e outro tipo de perguntas parvas tínhamos escrito um anúncio detalhado, acompanhado por fotos e inclusive uma planta do apartamento. No final informaram-nos que iam pensar no assunto, visto que tinham bastante tempo para encontrar um novo apartamento.

 

Ao contrário destes Maiores nós temos a noção das qualidades e defeitos do “nosso” apartamento. Sempre soubemos que a renda barata iria atrair alguns mirones, mas não personagens tão estranhas. Com esta aventura aprendemos que as pessoas não sabem o que querem e por isso inventam desculpas. Esperemos ter saciado a curiosidade da Psicogata e dos restantes leitores e assim encerramos a saga “à procura de um novo apartamento”.

  • Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

  • Kommentare

    Comentar post // Kommentieren