Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Heidiland

Viver rodeada de montanhas, vacas, gatos e suíços // Wohnen neben Bergen, Kühen, Katzen und Schweizern.

Heidiland

Viver rodeada de montanhas, vacas, gatos e suíços // Wohnen neben Bergen, Kühen, Katzen und Schweizern.

The Floating Piers

the floating piers_07.jpg

 

Começamos por pedir desculpa por termos estado ausentes, mas não era nossa intenção desaparecer durante tantos dias. Infelizmente não sabemos quando conseguiremos retomar as publicações diárias. Para nos redimir apresentamo-vos um projecto dos artistas Christo e Jeanne-Claude: The Floating Piers.

 

O passadiço foi inaugurado no passado dia 18 de junho e nós tivemos o privilégio de o visitar. Na sexta-feira (24 de junho) rumámos até Iseo (no norte de Itália) para conhecer esta obra original, excêntrica e amarela. A obra é um conjunto de passadiços de três quilómetros que permite aos visitantes caminharem sobre o lago Iseo, entre Sulzano e as ilhas de Monte Isola e San Paolo.

 

A entrada no passadiço é gratuita, mas o estacionamento e autocarro (shuttle). Ao longo do percurso é entregue uma amostra do tecido amarelo utilizado no passadiço e um folheto com o percurso. Na nossa opinião houve algumas falhas na organização: poucos espaços com sombra, poucos autocarros e falta de água para refrescar e lavar as mãos (algumas pessoas sentiram-se mal com o calor).

 

A afluência inesperada (270 mil pessoas em cinco dias) levou a organização a reduzir o horário da visita. Quem estiver interessado em percorrer o passadiço poderia tê-lo feito até ao dia 3 de julho entre as 6h30 e as 22h.

 

Um facto curioso: o projecto foi idealizado em 1970 por Christo e Jeanne-Claude. Para financiar o passadiço o autor vendeu alguns dos seus trabalhos. Na página oficial do artista podem conhecer as suas restantes obras.

 

Alguém conhece esta ou outras obras de Cristo e Jeanne-Claude? Qual a vossa opinião sobre este tipo de intervenções?

 

  • Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

  • Kommentare

    Comentar post // Kommentieren