Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Heidiland

Viver rodeada de montanhas, vacas, gatos e suíços // Wohnen neben Bergen, Kühen, Katzen und Schweizern.

Heidiland

Viver rodeada de montanhas, vacas, gatos e suíços // Wohnen neben Bergen, Kühen, Katzen und Schweizern.

A “Heidi” responde // „Heidi“ antwortet #07

Esta semana temos a pergunta da Aninha Ferreira do blogue Aquele Cantinho...:

 

Do que sentem mais saudades de Portugal?

 

Antes de respondemos à pergunta da Ana gostaríamos de salientar que saudade é das poucas palavras que não tem tradução directa para outro idioma: é um vocábulo tipicamente português. Por ser demasiado pessoal nunca pensámos em abordar este tema no blogue. Contudo, comprometemo-nos a responder a todas as vossas questões.

 

A resposta a esta questão é muito simples: família e amigos. As novas tecnologias de informação e comunicação podem amenizar as saudades, porque conseguimos comunicar instantaneamente com as pessoas que mais gostamos, mas não as saciam completamente. Nós sentimos falta daquele abraço e beijinho que só as nossas mães e avós nos conseguem dar e das palavras e brincadeiras parvas típicas dos nossos amigos. Tudo o resto (comida, roupa ou cereais favoritos...) é substituível.

 

Por hoje termina mais uma rubrica da “Heidi” responde. A Aninha fez-nos mais duas questões que serão respondidas noutra ocasião. Sabem que podem continuar a enviar-nos as vossas questões para o nosso e-mail ou por mensagem.

 

***

 

Diese Woche klären wir die Frage von Aninhas Ferreira vom Aquele Cantinho...:

 

Was vermissen Sie meistens aus Portugal?

 

Bevor wir diese Frage beantworten, möchten wir Ihnen erklären, dass das Wort „Saudade“ keine Übersetzung in andere Sprachen hat: es ist eine typische portugiesische Vokabel. Normalerweise schreiben wir über dieses Thema nicht, weil es sehr persönlich ist. Jedoch haben wir uns verpflichtet alle Ihre Fragen zu beantworten.

 

Die Antwort auf diese Frage ist sehr einfach: Familie und Freunde. Die neue Informations- und Kommunikationstechnik können gegen Heimweh helfen, denn wir können mit unseren Lieblingsmenschen reden, aber es genügt nicht. Wir vermissen die Umarmungen und Küsse, die nur unsere Mutter und Grossmutter geben können und die typische und lustige Scherze unserer Freunden. Alles andere (Nahrung, Kleidung und Lieblingsgetreide) ist ersetzlich. Sie können weitere Fragen per Mail oder mit dem Blogformular stellen.

 

Heute beenden wir unsere Rubrik „Heidi“ Antwortet. Aninhas hat uns zwei andere Fragen gestellt, die bei einer anderen Gelegenheit beantwortet werden.

  • Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

  • Kommentare

  • Imagem de perfil

    Heidiland 19.04.2016 10:40

    eu não escrevia melhor
  • Imagem de perfil

    Psicogata 19.04.2016 10:44

    Eu tenho uma ligação muito forte aos cheiros e aromas, associo sempre cheiros às pessoas que gosto ;)
  • Imagem de perfil

    Heidiland 19.04.2016 10:46

    Quando o arquitecto veio para a Suíça fiquei-lhe com uma camisola, por causa disso, o cheiro Foram quatro longos e dolorosos meses.
  • Imagem de perfil

    Psicogata 19.04.2016 10:55

    Se me querem colocar a chorar ao ver um filme, é colocarem alguém a cheirar roupa de um ente querido.
    Não ficaste com um frasco de perfume também?
  • Imagem de perfil

    Heidiland 19.04.2016 10:57

    Na altura o rapaz tinha apenas um e levou-o com ele. Eu não preciso muito para chorar como uma madalena, basta ver alguém a chorar que as minhas comportas se abrem.
  • Imagem de perfil

    Psicogata 19.04.2016 11:00

    Tal e qual, tenho mesmo dificuldade em não chorar com os outros o que às vezes é muito irritante!
  • Imagem de perfil

    Heidiland 19.04.2016 11:13

    Eu sou conhecida como a "Maria Madalena" da minha família. É muitooo irritante chorar desta forma.
  • Imagem de perfil

    Psicogata 19.04.2016 11:24

    Pois é! E eu não era assim, fiquei assim na adolescência e nunca mais passou.
  • Imagem de perfil

    Heidiland 19.04.2016 11:34

    Eu sempre fui muito sensível, não foi algo que surgiu com o avançar da idade.
  • Imagem de perfil

    Psicogata 19.04.2016 11:36

    Eu curiosamente era mais durona em miúda, conseguia controlar melhor as emoções, depois na adolescência foi um filme, tinha as emoções à flor da pele e infelizmente mantiveram-se. Não é que gostasse se ser menos sensível, mas gostava de conseguir camuflar melhor, especialmente evitar chorar.
  • Imagem de perfil

    Heidiland 19.04.2016 11:59

    Todas as meninas sensíveis gostavam de ter esse "poder" ou controlo o arquitecto volta e meia pergunta, "mas porque estás a chorar" e as vezes não consigo explicar-lhe a razão
  • Imagem de perfil

    Psicogata 19.04.2016 12:02

    Tal e qual, às vezes não há um motivo especial é mesmo para libertar, como diriam alguns lavar a alma.
  • Comentar // Kommentieren:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.