Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Heidiland

Viver rodeada de montanhas, vacas, gatos e suíços // Wohnen neben Bergen, Kühen, Katzen und Schweizern.

Heidiland

Viver rodeada de montanhas, vacas, gatos e suíços // Wohnen neben Bergen, Kühen, Katzen und Schweizern.

Os óculos || Die Brillen

 

mr.-magoo

 

Na semana passada desvendámos alguns dos episódios que iremos contar-vos nos próximas dias. A figura principal da estória de hoje são os óculos, ou melhor, a ausência deles. Como sabem tenho óculos e uso-os com cada vez mais frequência, característica que partilho com a “inspetora” responsável por nos entregar o apartamento. Ao contrário dela, os meus andam sempre comigo e salvo raras exceções não saio de casa sem eles.

 

Uma semana antes de nos entregarem o apartamento agendámos a hora. Algo que os suíços levam muito a sério (ver texto aqui), mas de vez em quando exageram na pontualidade. A “inspetora” e o antigo inquilino chegaram 15 minutos antes do combinado. Quando chegámos ao apartamento já estavam ambos prontos para se irem embora (é importante ressalvar que ninguém ligou para saber do nosso paradeiro e nós ficámos 10 minutos à espera na porta do prédio.)

 

Antes de nos serem entregues as chaves, foi-nos permitido ver o apartamento, mas era notório que a senhora estava com bastante pressa e se queria ir embora. Mal entrámos na cozinha os problemas saltaram à vista: o forno não tinha sido limpo. Entrámos nos restantes quartos e reparámos em pó, chão e janelas riscadas, chuveiro avariado entre outras coisas. Pedimos (educadamente) para que todos os problemas fosse anotados, mas a senhora recusou-se. Mais tarde soubemos que ela não tinha levado os óculos e por isso não viu metade dos problemas e muito menos conseguia apontá-los.

 

Sempre ouvimos dizer que a pressa é inimiga da perfeição: se a “inspetora” não fosse uma apressada tinha levado os óculos consigo e teria visto o apartamento com tempo. Agora somos nós que temos que revolver os problemas e o senhorio acarretar com a despesa.

 

Até sexta-feira com mais episódios da rubrica o novo apartamento!    

  • Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

  • Kommentare

  • Imagem de perfil

    Heidiland 19.10.2016 09:45

    O pior, a nossa responsável contratou-a, ou seja, alguém pagou aquela avantesma para nos entregar o apartamento e ela não fez o trabalho correctamente. Ela morava na rua ao lado, por isso, poderia ir a casa em cinco minutos e buscá-los.
  • Imagem de perfil

    Psicogata 19.10.2016 09:46

    Nos 15m de adianto não reparou que não os tinha?
    Podia ter ido a casa realmente.
  • Imagem de perfil

    Heidiland 19.10.2016 09:52

    Foi o antigo inquilino que nos informou que ela não tinha levado os óculos, ou seja, ela confessou-lhe que não tinha levado os óculos. Se ela fosse profissional teria pedido ao marido para os ir buscar ou acreditava em nós que os armários e o forno estavam sujos e não inventava desculpas.
    Ela teve a lata de dizer que não dava para limpar a porta do fogão. A senhora nunca deve ter limpo um fogão da vida!
  • Imagem de perfil

    Psicogata 19.10.2016 09:54

    Claramente que não, e se via assim tão mal como é que se esqueceu dos óculos!?
    Que croma.
  • Imagem de perfil

    Heidiland 19.10.2016 09:59

    A senhora não era muito inteligente. Além de não ter levado os óculos não sabia como funcionava papel químico e como é burra e gostava de o ser, não aceitava a explicação do arquitecto. Teve que ser o marido a escrever que ela continua sem entender como aquilo funcionava.
  • Imagem de perfil

    Psicogata 19.10.2016 10:06

    Good, que burra!
  • Imagem de perfil

    Heidiland 19.10.2016 10:10

    A palavra correcta seria incompetente. Se ela fosse minimamente competente teria:
    - reconhecido que não era a pessoa mais indicada para a tarefa e não tinha aceite o convite;
    - pedido ao marido para ir buscar os óculos;
    - teria esperado a horas e esperado por nós na entrada;
    - teria anotado todos os problemas que salientamos;
    - teria obrigado o inquilino a concertar e a limpar novamente o apartamento.
    - se tinha dúvidas dos procedimentos ligava à pessoa que a contratou para os esclarecer.
    A responsável desculpou-a dizendo que aquele não era o trabalho dela. Nós respondemos que também não era o nosso e nós sabemos que é que se deve proceder.
  • Imagem de perfil

    Psicogata 19.10.2016 10:13

    Há mínimos, ela nem os mínimos cumpriu!
    Há pessoas incompetentes e insolentes em todo lado e a culpa é de quem as desculpabiliza.
  • Comentar // Kommentieren:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.